Tokyo Sky Tree - A torre mais alta do mundo

Tokyo1

Criando uma paisagem além do tempo e do espaço a Tokyo Sky Tower está localizada próxima a Narihira Bridge ao lado do Rio Sumida, centro cultural em Tokyo. E tem 634m de altura.

A concepção do projeto foi iniciada em fevereiro de 2005 pela Tobu Railway Corporation.

Além de se tornar um símbolo de revitalização do centro da cidade é uma torre de transmissão de rádio e TV.

Desing e formas

Do triângulo ao círculo

tokyo-sky-16GA base da torre Sky é um triângulo equilátero, cada lado com cerca de 68m. A partir de três vértices, linhas prolongam-se, enquanto se convergem em até 50 m acima do grau, a partir do qual as linhas aumentam ainda mais até mais de 600 metros.

A proporção de comprimento para largura é de aproximadamente 9:1, formando assim uma forma delgada vertical.

As três pernas que formam a base inferior, se assemelham a um tripé. Além disso, a forma levemente triangular leva a uma interpretação de segurança estrutural, porém utilizando menor número de componentes. Isto não só reduz a sensação de insegurança na mente dos vizinhos, mas também reduz a tonelagem de aço estrutural usado, ambos benéficos para o ambiente.

Em sua parte superior destinada ao observatório foi utilizada uma forma arredondada, o que se acredita ser mais adequado para uma vista de 360 graus sobre a vasta extensão da planície ao redor.

A torre assim criada tem uma forma sem precedentes em todo o mundo, em que um plano retangular em terreno muda gradualmente para um plano de círculo em uma elevação super alta.

A mudança do triângulo ao círculo também implicou a "deformação" e "curvatura", que são as formas tradicionais da cultura japonesa. A linha do cume do triângulo tem um "deformação" tipicamente observado em espadas japonesas, significa uma curva côncava gradual, isto é, uma linha ou plano curvo côncavo para cima. A seção de transição em que as mudanças triângulo para um círculo tem a "curvatura" visto nas colunas centrais suavemente expandidas da arquitetura do templo da Nara e Heian, uma linha ou plano convexamente curva para cima.

Utilizando-se das mais avançadas tecnologias de engenharia estrutural a Sky Tree assegura o mais alto grau de segurança estrutural. Testes realizados verificaram que sua estrutura suporta terremotos e ventos de até 80 m/s por até 10 minutos contínuos.

Conheça alguns dos testes realizados:

Para estudar as condições do vento a 600m acima do solo, foi utilizado um balão para obter os dados sobre a distribuição de níveis de velocidade do vento e condições de perturbação em tal altitude.

Também foi feito um estudo do subsolo, a fim de conhecer sua formação em níveis mais profundos, a partir de 3 km da superfície do solo, com isso foram realizadas simulações mais precisas de terremotos e determinada a forma de balanço da torre em tal solo.

Dessa forma o projeto estrutural da Sky Tree garante maior segurança que os edifícios mais altos já conhecidos.

Fundação

A fundação da Sky Tree precisou ser projetada para resistir a forças maiores que os edifícios comuns. Suas estruturas precisam ter maior resistência ao atrito.
Suas vigas de fundação estão ligadas em direções radiais e se parecem com raízes de uma árvore gigante onde as vigas monoliticamente integradas ao chão
Além disso, a vigas de aço vistas acima do solo são rigidamente ligadas para executar plenamente a força aplicada externamente e continuamente para baixo nas vigas subterrâneas

Formação Esboço das vigas (como visto de baixo para cima)

Tokyo4

Composição monolítica das vigas estruturais

Como principais membros estruturais, a torre Sky Tree emprega tubos de aço de alta resistência, com o dobro de um tubo de aço normal. Os tubos de aço usados no pé da torre são enormes, o diâmetro é de 2,3m e espessura do tubo é de 10cm.

A estrutura interna da torre é composta por treliças, cada uma das quais forma uma combinação triangular, que compreende em um membro principal, um membro lateral e um membro diagonal.

Estes membros são unidos um ao outro por juntas de ramificação, ou seja, uma seção de tubo ramificado soldado diretamente para um tubo principal sem a utilização de qualquer placa de articulação ou outros membros. Este tipo de junta é muito simples na aparência e vantajoso para prevenção da ferrugem.

Tokyo5

Essa articulação é raramente usada em um edifícios ou estruturas de fundação, mas muito usada em estrutura marítima, plataformas de petróleo por exemplo e, portanto, a junta é projetada de acordo com as normas-padrão adotadas para construção naval.

A cena da construção do primeiro tubo de aço na base da torre.

Enquadramentos de Aço da Sky Tree

Truss Tripé

Uma coluna integrada, composta por quatro colunas de aço e os membros laterais de aço e cintas. É posicionado na parte superior de uma plataforma triangular e é um dos quadros principais para resistir força lateral.

Truss conjunta Lateral

Seção da coluna que se adere ao enquadramento torre-média e utiliza nas treliças anéis de dois em dois cursos (alta 25m). Estes anéis atuam como transporte de carga dos membros da força lateral e como reforços para resistir a curvatura das treliças do tripé e colunas periféricas.

Truss Anel

Membros laterais posicionados em cada curso (12,5 m). Esta treliça atua como um reforço para resistir a curvatura das colunas periféricas.

Tokyo7

Controle de vibração da estrutura

Foram feitos todos os esforços para garantir a segurança de balance em condições de terremoto ou vento forte.

Finalmente, se chegou à conclusão de que um novo sistema de vibração de controle deveria ser usado. Esse sistema é composto basicamente de um núcleo cilíndrico de betão armado, no centro e é estruturalmente isolado a partir da estrutura de aço periférica, com a parte superior da coluna de núcleo feito para funcionar como "um peso de equilíbrio."

Este sistema de controle pode reduzir a força de cisalhamento resposta em 40% durante um terremoto e foi baseado nos templos de cinco andares japoneses, que nunca caíram devido a terremotos até a data.

Veja mais fotos da torre - Clique nas fotos para ampliar
tokyo-sky-01Ptokyo-sky-02Ptokyo-sky-03Ptokyo-sky-04P
tokyo-sky-05Ptokyo-sky-14Ptokyo-sky-15Ptokyo-sky-17P
tokyo-sky-18Ptokyo-sky-19Ptokyo-sky-20Ptokyo-sky-21P
tokyo-sky-22Ptokyo-sky-23Ptokyo-sky-06Gtokyo-sky-09G

 

Ficha Técnica

Nome Tokyo Sky Tree
Local Oshiage 1-chome, Sumida-Ward, Tokyo
Área do empreendimento 36.900 m²
Altura 634M
Sistema estrutural Estruturas de concreto armado, aço-concreto armado e aço
Fundação Sistema Elenco-in-situ pilhas e pilhas de terra em paredes contínuas
Início de construção Julho 2008
Conclusão Fevereiro 2012
Proprietário do projeto Tobu Railway Co., Ltd. e Tobu Sky Tower Árvore Co., Ltd.
Designer e administração de construção Nikken Sekkei Ltd.
Construtor Obayashi Corporação

To read it in English click here eua

     
    M_in_noticia