Produção de aço no Brasil registrou queda em maio

A produção nacional de aço bruto registrou queda de 4,3% em maio na comparação com o mesmo intervalo do ano passado, conforme balanço divulgado pelo Instituto Aço Brasil (IABr). No mês passado foram produzidas 2,877 milhões de toneladas, ante 3 milhões de toneladas em igual período de 2013.

Com o resultado negativo, a produção das usinas brasileiras acumula queda de 0,8% entre janeiro e maio em relação ao mesmo intervalo do exercício passado. Foram produzidas 14 milhões de toneladas nos primeiros cinco meses de 2014, contra 14,126 milhões de toneladas de aço bruto em 2013. A produção de laminados, por exemplo, caiu 2% na mesma base de comparação. Entre janeiro e maio, as siderúrgicas produziram 10,540 milhões de toneladas, contra 10,751 milhões de toneladas no exercício passado.

Desse total, 5,844 milhões de toneladas foram de laminados planos, utilizados por setores como indústria automotiva e fabricantes de máquinas e equipamentos. O volume representa queda de 4,9% em relação ao acumulado de cinco meses de 2013, quando somou 6,148 milhões de toneladas. Já o segmento de laminados longos, utilizados na construção civil, registrou incremento de 2% entre janeiro e maio em relação ao mesmo intervalo do ano passado. O resultado passou de 4,602 milhões de toneladas para 4,696 milhões de toneladas.

A produção de semiacabados para venda (placas, blocos, lingotes e tarugo) somou 2,263 milhões de toneladas no acumulado do ano até maio. O montante representa queda de 5,6% na comparação com os primeiros cinco meses de 2013, quando totalizou 2,398 milhões de toneladas.

De acordo com o relatório, as vendas das usinas brasileiras no mercado interno somaram 9,170 milhões de toneladas no acumulado do ano até maio. O volume é 2% inferior ao verificado nos primeiros cinco meses do ano passado (9,353 milhões de toneladas).

Já o consumo aparente, que leva em consideração as vendas internas das usinas mais as importações, atingiu 2,3 milhões de toneladas em maio, totalizando 10,8 milhões de toneladas no período de janeiro a maio de 2014. Esses valores representaram queda de 0,1% e alta de 0,3%, respectivamente, em relação aos mesmos períodos do ano anterior, conforme o IABr.

Importação - Os desembarques de aço continuam a crescer no Brasil. Entre janeiro e maio as compras externas somaram 1,657 milhão de toneladas, contra 1,440 milhão de toneladas em 2013. Isto representa alta de 15% no período.

A movimentação financeira cresceu 2,3% na mesma base de comparação. As importações totalizaram US$ 1,758 bilhão, ante US$ 1,719 bilhão nos cinco primeiros meses do exercício passado.


Fonte:

Diário do Comércio

http://www.infomet.com.br/noticias-dia-ler.php?cod_noticia=102471

 

Veja também
 

Preço
R$ 64,90
à vista

ou em até 2x de R$ 32,45

M_In_int