Negócios gerados durante o evento garantirão crescimento de 4% para o setor em 2014

Rodadas de negócios realizadas durante a Feira pelo

Lux Brasil irão gerar exportações de U$1.5 milhão nos próximos 12 meses

Foi encerrada no sábado (26/04/2014), em São Paulo (SP), a 14ª Expolux – Feira Internacional da Indústria de Iluminação, a maior edição da feira desde a sua criação, em 1988.  Os números indicam a participação recorde de 300 expositores, de mais de 21mil visitantes compradores qualificados e de mais de 600 lançamentos que chamaram a atenção pela presença maciça de produtos com LED, pelo uso das novas tecnologias voltadas para a eficiência energética e para a automação (através controladores de luz) presentes em luminárias residenciais, comerciais, industriais e também para vias públicas. Estas, integradas a mobilidade e a segurança. Vale destacar também que o evento registrou um crescimento de 50% em sua área de exposição saltando dos 22.000 metros quadrados em 2012 para 37.500 metros quadrados em 2014.

A expectativa da indústria é de que os negócios gerados durante a Expolux serão fundamentais para garantir ao setor crescimento de 4% em 2014 quando comparado a 2013 (R$ 4 bilhões). De acordo com o presidente da Abilux (Associação Brasileira da Indústria de Iluminação), Carlos Eduardo Uchôa Fagundes, muitas indústrias expositoras estão estimando crescimento superior, principalmente as que apostaram na inserção de novas tecnologias em seus produtos, no desenvolvimento de um design diferenciado e também nas exportações.

É o caso da Accord. Segundo seu diretor, Donato Accord, a participação na Expolux incrementará as vendas da indústria em 30% em 2014. “Durante a feira, fechamos negócios e, principalmente, reforçamos parcerias e abrimos novas frentes de oportunidades”, comentou.  Também para a Altaluce os resultados alcançados no evento impactarão diretamente nas vendas deste ano. “O que faturamos em quatro dias representa a nossa produção de um mês”, informou a diretora comercial, Daniela Fabro.

Uchôa Fagundes lembra que, mesmo enfrentando todas as dificuldades impostas aos exportadores brasileiros, as indústrias que integram o grupo do Lux Brasil (programa de exportações da Abilux em parceria com a Apex-Brasil) também devem alcançar números significativos.  “Um bom termômetro, neste caso, foram as rodadas de negócios realizadas durante a Expolux através do Programa.  Foram promovidos 250 encontros entre 18 importadores do Chile, Panamá, Costa Rica, Peru, Colômbia, Paraguai e Uruguai e 16 indústrias brasileiras. As estimativas são de que os negócios prospectados e os realizados durante o evento garantirão exportações  da ordem de U$ 1.5 milhão nos próximos 12 meses”, informa o presidente da Abilux.

Fonte:

Assessoria de Imprensa

 
M_In_int