Energia solar nos estádios da copa – Parte 2

Primeiro sistema de geração de energia solar fotovoltaico a entrar em operação em no estado, a usina solar da Arena Pernambuco, foi inaugurada em dezembro de 2013.

Situada em um terreno de 15 mil m², anexo ao estádio, a Usina Solar São Lourenço tem potência instalada de 1 megawatt pico (MW/p), capacidade suficiente para gerar 1.500 MW/h por ano, o que equivale ao consumo de seis mil habitantes. A unidade será responsável por até 30% da energia consumida pelo estádio que será sede de cinco jogos da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014.

O sistema é formado por 3.652 painéis fotovoltaicos que captam a energia do sol e a convertem, com o auxílio de um inversor, em energia tradicionalmente usada em indústrias e residências. A energia produzida é entregue ao sistema elétrico do estádio e o que não for utilizado pela arena será injetado na rede de distribuição da Celpe. Além do aproveitamento de uma fonte renovável, os sistemas de geração solar reduzem perdas por transmissão e distribuição, uma vez que a energia é consumida no local em que é produzida.

O trabalho foi feito pela Odebrecht Energia e pela Neoenergia (grupo controlador da Companhia Energética de Pernambuco), responsáveis pelo investimento de cerca de R$ 13 milhões. O projeto executivo e a instalação da usina solar fotovoltaica foram construídos sob responsabilidade da Gehrlicher Ecoluz Solar do Brasil, uma associação entre a brasileira Ecoluz Participações e a alemã Gehrlicher AG.

A energia não utilizada pela arena será direcionada para a rede de distribuição e poderá ser utilizada pelos consumidores. Além da usina de energia solar, também estão planejadas para a Arena Pernambuco outras iniciativas de sustentabilidade relacionadas ao aproveitamento de água da chuva, economia no consumo dos recursos e ao tratamento do esgoto.

Visitação

A Usina Solar São Lourenço da Mata terá um espaço dedicado a visitantes. Na área externa, o público poderá conhecer o processo de construção e funcionamento da usina. Internamente, será dotado de painéis informativos sobre a geração de energia solar fotovoltaica. Na sala, também será realizado o monitoramento e gestão de todo o sistema.

Ao lado do centro de visitação, foi instalada uma estação meteorológica completa para monitorar as condições climáticas locais, como medição de radiação solar, índice pluviométrico, intensidade e direção dos ventos, temperatura, pressão atmosférica e umidade relativa do ar.

 

Fontes:

Odebecht/ Divulgação

http://www.copa2014.gov.br

Veja também à  Energia solar nos estádios da copa – Parte 1 – Mineirão

 

 

Veja também

     

    Preço
    R$ 825,00
    à vista

    ou em até 10x de R$ 82,50


    Preço
    R$ 54,90
    à vista

    M_in_noticia